Archive for Ontem e Hoje

Novo Endereço do blog!

Anúncios

Ontem e Hoje: Rua Thomaz Alves em 1973

Na foto acima sr. Abílio Tavares Guimarães em 20 de abril de 1973, numa Sexta-feira Santa; com foto do Stúdio Letrica. Abaixo o local neste 2010.

Ontem e Hoje: Bica do Guanabara

A bica abaixo existiu na confluência da av. Anchieta e rua Dona Libânia.

Acima vê-se a bica e ao fundo parte da av. Orosimbo Maia. Abaixo o local neste agosto de 2010.


Ontem e Hoje: Rua Barão de Jaguara x Rua Bernardino de Campos

Abaixo foto da década de 1940 e a seguir nos dias de hoje.


Ontem e Hoje: Rua Barão de Jaguara em 1904 e 2010

A citada rua; quase esquina com rua Conceição.

Ao lado direito do espectador; a famosa Galeria Trabulsi.

Ontem e Hoje: Francisco Bueno de Miranda – Residência

Quem passa pelo local hoje, vindo pela av. Moraes Salles e descendo a rua Irmã Serafina, nem imagina que está passando exatamente onde existia a casa abaixo.

Veja abaixo o local hoje; isto à direita do espectador.

Acima; vista da rua Irmã Serafina, a marcação em vermelho onde ficava a casa. No mapa abaixo, de 1952; mostrando o local também em vermelho das antigas ruas. Note que a av. Moraes Salles; na época era rua; pois a rua Irmã Serafina, ambas não eram alargadas.

Ontem e Hoje: Primeira e Segunda Cadeia

Acima desenho H. Lewis de 1863 mostrando a antiga e primeira cadeia de Campinas (lembrando que na parte superior ficava a Câmara Municipal), o local é hoje onde se encontra o monumento mausoléo de Carlos Gomes. Abaixo, em foto de 1903, o edifício inaugurado em 1896 para substituir a acima.

Foto acima o local nesta data e que comporta o Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Campinas.

Acima e abaixo fotos do local; antiga e atual.

Ontem e Hoje: Rua Conceição com Rua Barão de Jaguara – Centro

Foto acima de setembro de 1966 e abaixo deste junho de 2010. Existem diferenças, claro, uma notadamente são os carros. Acima “era dos fuscas e kombis”.

Ontem e Hoje: Palacete dos Alves

Curta mais este “trabalho” de recuperação da memória perdida de Campinas.

Quem passa pelo local hoje (abaixo), av. Francisco Glicério esquina com rua Barreto Leme; e não conhece o passado do local, não pode imaginar que o prédio acima (podemos chamar de palacete pelas suas dimensões) existiu no local. Porém este desapareceu em 1982. Aqui procuro reconstituir um pouco deste belo edifício que hoje somente fica na memória fotográfica.

Abaixo histórico retirado do belo livro Celso Maria de Mello Pupo – Campinas, Município no Império de 1983.

Abaixo mostra a planta baixa e térrea.

Aqui a planta baixa da parte superior.

Outra foto do palacete em sua fase final de existência.
Abaixo o local hoje e pode-se as palmeira imperiais do antigo palacete dos Itapura.

Nesta vista aérea da foto da década de 1950; pode-se ainda ver o edifício, apontado no mapa; assim como outros pontos de referência de Campinas.

Aqui, abaixo, pode-se ter uma idéia da localização hoje e seus arredores notando à esquerda do espectador o “famoso” prédio o “redondão”.

Caso queira conhecer um pouco de uns dos moradores do local; veja em:

Ontem e Hoje: Casa das Andorinhas

A foto abaixo mostra o local 1928. Av. Anchieta em frente a escola Carlos Gomes.
Os fotos abaixo mostra o local neste maio de 2010. É claro; a casa foi demolida a muito tempo; send demolida em 1956.


« Previous entries